This content is not available in your region

Estónia é pioneira na prescrição eletrónica facilitando o acesso a medicamentos na Europa

De  Claudio Rosmino  & euronews
euronews_icons_loading
Estónia é pioneira na prescrição eletrónica  facilitando o acesso a medicamentos na Europa
Direitos de autor  euronews

Estónia e Finlândia partilham uma estreita ligação em vários campos. O resultado é que todos os anos mais de 6 milhões de passageiros viajam entre Helsínquia e Tallinn.Durante as viagens, os cidadãos dos dois países têm a oportunidade de comprar medicamentos sem receita médica em papel e não precisam de se preocupar com a barreira linguística.

Isto é possível graças aos serviços transfronteiriços de Prescrição eletrónica e Dispensa eletrónica, que permitem que os europeus obtenham medicamentos, receitados pelos seus médicos, numa farmácia de outro Estado membro. O processo é simples e rápido.

Através do bilhete de identidade eletrónico do paciente, o farmacêutico entra na plataforma ePrescription, verifica qual produto que foi receitado e pode fornecê-lo ao cliente.

Assim que entramos no sistema, vemos a lista das prescrições feitas para essa pessoa, e o sistema traduz automaticamente para a língua estoniana. Então, tudo é compreensível para nós.Depois da receita aviada, demora alguns minutos até que nosso sistema envie as informações para a terra natal do nosso paciente, e depois essa receita é excluída ou a quantidade do medicamento prescrito é diminuída.
Alexander Vers
farmacêutico
É possível comprar quase todos os medicamentos sujeitos a receita médica, excepto psicotrópicos, estupefacientes e medicamentos extemporâneos, que são preparados na farmácia.
Aleksandr Vares
Farmacêutico

A Tehic é a autoridade pública de TI (Tecnologias da Informação) que impulsionou a implementação da Prescrição eletrónica na Estónia. Essa experiência é agora um exemplo útil para o Espaço Europeu de Dados de Saúde, um grande projeto lançado recentemente pela Comissão Europeia, que usará dados de saúde do paciente para garantir cuidados transfronteiriços eficientes, impulsionando a pesquisa e apoiando as políticas de saúde. A prescrição eletrónica conta com a Infraestrutura Europeia de Serviços Digitais de Saúde eletrónica, uma rede que permite que os cidadãos recebam cuidados, enquanto viajam por toda a Europa.

Atualmente, estão a ser introduzidos dois serviços de saúde transfronteiriços: a prescrição eletrónica e Dispensa eletrónica. Os primeiros países que começaram a utilizar Prescrição e Dispensa eletrónicas são: a Estónia, Finlândia, Croácia e Portugal. Os outros países europeus irão aderir ao sistema, gradualmente, ao longo dos próximos anos.

Hoje em dia, quando viajamos, não pensamos se temos o pacote de roaming no telefone. O sistema transfronteiriço de saúde electrónica deve ser assim simples. Não precisamos de pensar se temos a receita em papel connosco. Não deve ser necessário. Deve ser só entrar na farmácia, mostrar o bilhete de identidade e recolher os medicamentos que queremos.
Tõnis Jaagus
Chefe da Divisão de Saúde, Tehik

Fazer a ligação entre diferentes prestadores de cuidados de saúde na Europa exige um elevado nível de segurança.

É preciso identificar as pessoas com segurança e, nesse caso, temos duas formas de o fazer. Há um bilhete de identidade e uma identificação móvel, nos dispositivos, como no bilhete de identidade, existe um chip que contém o acesso privado que identifica a pessoa no sistema.
Artur Novek
Arquiteto de TI, Tehik

O futuro dos serviços de saúde transfronteiriços em toda a Europa será semelhante ao roaming do telemóvel. Os dados médicos e a prescrição acompanharão os pacientes que viajam para o estrangeiro, para garantir a plena continuidade dos cuidados e uma melhor qualidade do tratamento.