Última hora

Vídeo

A Apple removeu da App Store, na China, uma aplicação utilizadas pelos manifestantes de Hong Kong para seguirem a Polícia. O Governo de Pequim terá pressionado a gigante tecnológica, afirmando que a aplicação terá sido usada para emboscar a polícia.
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.