Vídeo

euronews_icons_loading
Marcelo Rebelo de Sousa ameaçou dissolver o parlamento se o Orçamento não fosse aprovado