Vídeo

euronews_icons_loading
Manifestante detido pela polícia russa em dezembro de 2021