Vídeo

euronews_icons_loading
António Guterres: previsões apontam "para um aumento das emissões em 2030, o que é um suicídio"