Última hora

Última hora

Papa Francisco alvo da máfia italiana

Em leitura:

Papa Francisco alvo da máfia italiana

Tamanho do texto Aa Aa

O Papa Francisco está na mira da máfia, avançou hoje ao diário italiano “Il Fatto Quotidiano” o procurador-adjunto da Calabria, Nicola Gratteri.

O Pontífice tornou-se alvo do mais famoso clã mafioso da província de Reggio Calabria, o “Ndragheta”, depois da cruzada contra a corrupção e lavagem de dinheiro. A máfia calabresa é pouco conhecida fora de Itália, mas há quem afirme ser mais poderosa do que as máfias siciliana ou napolitana e que tem um papel importante no tráfico de cocaína no país.

“Aqueles que até agora foram alimentando a riqueza e o poder que vem diretamente da Igreja estão nervosos”, afirma Gratteri. E explica: “por muitos anos, a máfia tem lavado dinheiro e feito investimentos com a cumplicidade da Igreja. Mas, agora, o Papa está a desmantelar os pólos do poder económico no Vaticano e isso é perigoso”.

Os serviços de segurança do Vaticano estão entre os melhores do mundo. Penetrar o escudo que protege o Papa seria difícil. Mas o procurador afirma “se o chefe da máfia pudesse, não hesitaria”.

Esta não é a primeira vez que o Papa Francisco orienta o seu discurso para a luta contra a corrupção e a injustiça. No passado, pediu tréguas à máfia para que parasse de “explorar e escravizar as pessoas”.