This content is not available in your region

Portugal: Retrato de um país entroikado

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Portugal: Retrato de um país entroikado

<p>Jovens obrigados a emigrar. Filas intermináveis de pessoas à espera de receber comida e roupa. Famílias sem dinheiro para pagar a luz. Idosos abandonados em camas “até ao último dos seus dias”. São retratos de um país que vive há três anos debaixo da austeridade da Troika, reunidos desde ontem no <a href="http://www.projectotroika.com" rel="external">Projeto Troika</a>. Oito fotojornalistas e um realizador juntaram-se com o intuito de deixar o testemunho…</p> <p>Querem captar através das lentes das suas câmaras o que restou de Portugal depois de tão grandes transformações. Que a história se mantenha onde a memória não tem tempo. <br /> Não o fazem a favor ou contra ninguém. Trata-se apenas de retratar as consequências, o impacto e os resultados deste programa de assistência financeira internacional pedido pelo governo português em 2011. </p> <p>O Projeto Troika teve início há mais de um ano e pretende ficar registado através de uma plataforma online, de ensaios fotográficos e de um filme. É “o legado que queremos deixar”, afirmam os autores do projeto. </p> <p>Para que o possam concretizar, o grupo, constituído por Adriano Miranda, António Pedrosa, Bruno Simões Castanheira, José Carlos Carvalho, Lara Jacinto, Paulo Pimenta, Pedro Neves, Rodrigo Cabrita e Vasco Célio, precisa de 15 mil euros. Esperam consegui-lo através de crowdfunding (angariação de fundos online). </p> <p>Foi com Adriano Miranda, fotojornalista do diário “Público”, que a ideia surgiu. Miranda é o autor da série fotográfica “Os Despidos”.<br /> “Olho para trás e tenho saudades, olho para a frente e não sei para onde me querem levar. Sinto-o na pele. Já quase nada resta para tirar. Estamos, cada um de nós, à sua maneira, a ficar despidos. Despidos de rendimento, despidos de trabalho. Despidos de dignidade e de direitos. Despidos de afectos, de liberdade e de alegria. Despidos de saúde, de cultura, de educação. Despidos até de revolta com as ruas vazias.”</p> <p><img src="https://static.euronews.com/articles/253206/600x400_1601-projecto-troika4.jpg" alt="" /></p> <p>Lara Jacinto optou por centrar-se na questão da emigração. <br /> “Esta viagem é uma separação, uma rotura que obriga a uma mudança de rota. A família fica para trás, filhos que não se veem crescer, casamentos que não se fazem, ou acontecem à pressa, projetos abandonados, expectativas desfeitas.”</p> <p><img src="https://static.euronews.com/articles/253206/600x400_lara-jacinto.jpg"></p> <p>Paulo Pimenta expõe os “efeitos da política da Troika na sociedade”.</p> <p><img src="https://static.euronews.com/articles/253206/600x199_paulo-pimenta.jpg"></p> <p>Rodrigo Cabrita mostra o lado de muitos idosos, em situações de extrema vulnerabilidade. “Francelina está acamada, sem mobilidade, e Francisco, seu marido, precisa do apoio das equipas da Cruz Vermelha. A ida para um lar está fora de questão pois o dinheiro das reformas não chega. Nem para o lar, nem para tudo o resto.”</p> <p><img src="https://static.euronews.com/articles/253206/600x400_rodrigo-cabrita.jpg"></p> <p>José Carlos Carvalho aborda a tristeza. “Os Portugueses estão tristes, parados, enfim cada vez mais resignados.”</p> <p><img src="https://static.euronews.com/articles/253206/600x400_carlos-carvalho.jpg"></p> <p>Vasco Célio reflete “sobre os limites de Portugal, onde chegamos a um ponto onde a saída parece impossível e o retorno sem sentido.” Enquanto, António Pedrosa retrata os mais jovens, os que não têm trabalho e que vão fazendo o que podem para sobreviver. E Bruno Castanheira mostra “as centenas de pessoas carenciadas [que] aguardam a entrega de alimentos e roupas” em Lisboa.</p> <p><iframe src="//player.vimeo.com/video/84230789" width="606" height="341" frameborder="0" webkitallowfullscreen mozallowfullscreen allowfullscreen></iframe> <p><a href="http://vimeo.com/84230789">Projecto Troika</a> from <a href="http://vimeo.com/projectotroika">Projecto Troika</a> on <a href="https://vimeo.com">Vimeo</a>.</p></p> <p>Pode encontrar mais informações sobre o trabalho e os autores na página <a href="http://www.projectotroika.com" rel="external">Projeto Troika</a>.</p>