Última hora

Última hora

The Corner: Já não há surpresas na Europa

Em leitura:

The Corner: Já não há surpresas na Europa

Tamanho do texto Aa Aa

O Atlético de Madrid é o grande destaque entre as equipas que já carimbaram o passaporte para os quartos-de-final da Liga dos Campeões. Os colchoneros presentearam o Milan com quatro golos no Vicente Calderon e 17 anos depois voltar a estar entre as oito melhores equipas da Europa.

Já os rossoneri confirmaram a péssima temporada que têm vindo a fazer. Fora da luta pelo scudetto e eliminados da Taça de Itália, dizem também adeus à Europa, pela quinta vez nas últimas seis participações nos oitavos-de-final.

Na Allianz Arena não se registaram surpresas. Pelo segundo ano consecutivo, o Bayern, detentor do título, deixou pelo caminho o Arsenal.

Os bávaros, que já tinham vencido em Londres por dois golos sem resposta, controlaram a partida de Munique e seguem em frente com o objetivo de repetir a temporada passada. Já os londrinos ficam-se pelos oitavos-de-final pelo quarto ano consecutivo.

Mais uma vez o Manchester City desiludiu na Europa e ficou pelo caminho. Os ingleses foram vulgarizados no Camp Nou, incapazes de inverter a derrota caseira perante 90 mil adeptos do Barcelona.

A espaços, o Barcelona pareceu estar de regresso aos tempos dourados, bem distante da equipa que perdeu três dos últimos seis jogos na Liga Espanhola.

O triplete ainda é possível mas os catalães têm de manter este nível exibicional para manter viva a esperança.

No Parque dos Príncipes o Paris Saint-Germain entrou em campo escudado pelos quatro golos que trazia de vantagem da Alemanha e não se deixou surpreender. Mesmo com uma exibição menos intensa que o habitual, os franceses chegaram aos quartos pelo segundo ano consecutivo e atingiram o objetivo mínimo estabelecido no início da temporada.

Há quatro vagas ainda em discussão nos quartos-de-final. Os duelos estão marcados para a próxima semana. O Borussia Dortmund e o Real Madrid já têm o lugar praticamente garantido depois das goleadas da primeira mão, já o Manchester United tem de corrigir em Old Trafford a derrota sofrida em Atenas. Tudo em aberto também no desafio entre Chelsea e Galatasaray.