Última hora

Última hora

Roménia: Ministro dos Negócios Estrangeiros demite-se uma semana após tomar posse

Em leitura:

Roménia: Ministro dos Negócios Estrangeiros demite-se uma semana após tomar posse

Tamanho do texto Aa Aa

Os eleitores romenos da diáspora fizeram cair dois ministros dos Negócios Estrangeiros entre a primeira e a segunda volta da eleição presidencial.

Em causa estão os problemas na organização do voto no estrangeiro, que deixaram milhares de cidadãos impossibilitados de votarem.

Teodor Melecanu que chegou ao cargo há apenas uma semana, lamentou o sucedido, pediu desculpa aos romenos que vivem no estrangeiro e demitiu-se.

O anterior ministro, Titus Corlatean, tinha também sido obrigado a demitir-se no dia a seguir à primeira volta do escrutínio presidencial. Tanto um como outro se defendem invocando uma lei que impede a multiplicação das urnas de voto, tal como exigiam os cidadãos da diáspora.

400 mil dos mais de três milhões de eleitores romenos vivem no estrangeiro. Vários milhares não puderam votar nesta eleição presidencial. O descontentamento exprimiu-se juntos às delegações diplomáticas romenas um pouco por todo o mundo.