Última hora

Última hora

Caso Sócrates: "A justiça tem funcionado como um funil"

Em leitura:

Caso Sócrates: "A justiça tem funcionado como um funil"

Tamanho do texto Aa Aa

Para a Integridade e Transparência, Associação Cívica, a detenção de José Sócrates não é uma surpresa.

João Paulo Batalha, diretor executivo explica que “não surpreende se tivermos em conta que já havia suspeitas há algum tempo e até notícias de que esta investigação estaria em curso, exatamente porque há muitas dúvidas sobre o estilo de vida que José Sócrates adotou depois de sair do governo”.

Quanto à justiça, João Paulo Batalha afirma que “em Portugal a justiça tem funcionado como um funil, as investigações que são abertas em crimes de natureza económico-financeira e corrupção dão lugar a poucas acusações, as acusações dão lugar a poucas condenações, essas condenações dão lugar a poucas penas de prisão efetiva e portanto há um grande problema de ineficiência da justiça”.