Última hora

Última hora

Putin: "O exército russo é temido

Em leitura:

Putin: "O exército russo é temido

Tamanho do texto Aa Aa

A Ucrânia esteve no centro do discurso do Estado da Nação que Vladimir Putin fez perante a Assembleia Federal da Rússia.

Mais uma vez, Putin defendeu-se das acusações da comunidade internacional e reafirmou a política que tem vindo a seguir em relação à Ucrânia, onde o governo pró-russo foi derrubado por aquilo a que Putin chamou “um golpe”.

“Cada povo tem direito a seguir a sua própria via de desenvolvimento, de escolher os aliados e o tipo de organização política que quer. A Rússia sempre respeitou e sempre respeitará isso, o que se aplica inteiramente à Ucrânia”, disse o presidente.

Face às críticas do Ocidente, Putin deixou claro que o exército russo não é para brincadeiras: “Não vamos entrar numa corrida ao armamento. Ninguém vai conseguir dominar-nos militarmente. O nosso exército é moderno e forte. É educado mas, ao mesmo tempo, temido”.

O presidente russo afirmou, mais uma vez, a necessidade de continuar na mesma linha e disse que o país vai ultrapassar a crise económica causada pelas sanções que a União Europeia e os Estados Unidos impuseram.