Última hora

Última hora

Vaga de protestos de extrema-direita embaraça governo alemão

O movimento xenófobo Peguida (Patriotas Europeus Contra a Islamização do Ocidente) realizou esta segunda-feira o maior protesto de sempre na Alemanha

Em leitura:

Vaga de protestos de extrema-direita embaraça governo alemão

Tamanho do texto Aa Aa

O movimento xenófobo Peguida (Patriotas Europeus Contra a Islamização do Ocidente) realizou esta segunda-feira o maior protesto de sempre na Alemanha contra o que consideram ser a “islamização do país”.

Apenas nove semanas após reunirem 200 pessoas num primeiro protesto, mais de 15 mil manifestantes participaram numa marcha em Dresden convocada pelo movimento que reúne várias organizações de extrema-direita.

Um manifestante explica as razões do protesto, “eles não querem abandonar as suas ideias sobre a moral e a ética e tentam impô-las aqui e querem que nos adaptemos a elas, quando deveria ser o contrário”.

A vaga de protestos embaraça o governo alemão depois de um ministro regional do SPD ter classicado o movimento como de “nazis disfarçados”.

Para a Chanceler Angela Merkel, “a liberdade de manifestação não pode ser utilizada para incitar ao ódio ou fomentar mentiras sobre os imigrantes que vivem no nosso país”.

Em Dresden, cerca de nove mil pessoas participaram numa contra-manifestação para denunciar a xenofobia do movimento.

No domingo, dezenas de milhares de pessoas tinham igualmente desfilado em Colónia numa marcha contra o racismo, em resposta contra as mobilizações violentas de extrema-direita.