Última hora

Última hora

Roménia assinala 25 anos sobre fim do comunismo

Romenos comemoram o fim do regime comunista e depositam esperanças no futuro.

Em leitura:

Roménia assinala 25 anos sobre fim do comunismo

Tamanho do texto Aa Aa

Na Roménia, cerca de duas centenas de pessoas reuniram-se este domingo na Praça da Universidade na capital, Bucareste, para assinalarem os 25 anos da revolução.

De recordar que no dia 21 de dezembro de 1989, o antigo líder comunista Nicolae Ceausescu organizou um encontro na capital que resultou em confrontos e mortes entre as forças da ordem e manifestantes anti-regime.

“Foi a Roménia que nos desiludiu. Depositámos enormes esperanças na democracia. O que temos agora é uma falsa democracia. Com o novo presidente, temos esperança numa vida melhor, queremos saber a verdade sobre a revolução, há muitas coisas que ainda não sabemos, e não foram tomadas medidas contra aqueles que dispararam sobre os manifestantes”, afirma Viorica, uma residente na capital.

Líder da Roménia durante 24 anos, Nicolae Ceausescu acabaria por fugir de helicóptero do Palácio Presidencial poucos dias após o início do levantamento popular iniciado na cidade de Timisoara a 17 de dezembro.

O líder comunista e a sua mulher, Elena, acabariam por ser capturados e julgados por um tribunal militar no dia 25 de dezembro. Ambos foram condenados à morte e executados no próprio dia por um pelotão de fuzilamento.