Última hora

Última hora

Serra Leoa: Ébola restringe celebrações de Natal

Em Serra Leoa, um dos países entre os mais afetados pela epedemia de éboa, o Natal celebra-se entre pacientes bloqueados pela doença e profissionais

Em leitura:

Serra Leoa: Ébola restringe celebrações de Natal

Tamanho do texto Aa Aa

Em Serra Leoa, um dos países entre os mais afetados pela epedemia de éboa, o Natal celebra-se entre pacientes bloqueados pela doença e profissionais de saúde. Canções natalícias que não fazem esquecer a doença nesta zona de alto risco isolada do mundo.

Em Freetown algumas pessoas tentam manter o otimismo mas a ameaça pesa também sobre a saúde da economia.

“Eu planeava viajar, todos os anos vou passar as férias à minha aldeia. Mas este ano não pude ir por causa desta crise que é o Ebola”

“O negócio vai mal. Não há clientes. Nada. Tem sido um ano muito difícil. As pessoas não viajam, tudo está mais caro, o câmbio está a subir e nenhuma empresa resiste. Temos que esperar que passe.

Os profissionais de saúde começaram a usar o novo equipamento de esterilização para ajudar na reciclagem de resíduos hospitalares contaminados produzidos no tratamento de pacientes com ébola. A falta de recursos, as greves dos trabalhadores da saúde, os salarios em atraso e problemas logísticos têm dificultado a luta contra o vírus neste país da África Ocidental.

Em 2014, a epidemia do ébola provocou mais de 7500 mortos, principalmente na Serra Leoa, Libéria e Guiné.