Última hora

Última hora

Milhares de pessoas manifestam-se em várias cidades francesas

Em uníssono pela liberdade de expressão e numa homenagem às vítimas dos ataques dos últimos dias em Paris, milhares de pessoas desfilaram pelas

Em leitura:

Milhares de pessoas manifestam-se em várias cidades francesas

Tamanho do texto Aa Aa

Em uníssono pela liberdade de expressão e numa homenagem às vítimas dos ataques dos últimos dias em Paris, milhares de pessoas desfilaram pelas artérias principais de várias cidades francesas.

De acordo com a polícia, a marcha silenciosa na cidade de Nice reuniu cerca de 23 mil pessoas. Um número que ascende aos 80 mil no caso de Toulouse ou 30 mil em Nantes.

As contas deixam antever um domingo intenso, quando arrancar a “marcha republicana”, assim apelidada pelos promotores iniciais.

A elite política europeia desloca-se em peso a Paris, num gesto de apoio ao presidente François Hollande. O primeiro-ministro Pedro Passos Coelho e a presidente da Assembleia da República Assunção Esteves representarão Portugal num cortejo de apoio ao povo francês, cuidadosamente planeado em nome da segurança máxima.

O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, quer inscrever o 11 de janeiro na história do país: “Temos de nos mobilizar. Será assim este domingo em muitas cidades francesas e em Paris. Será uma demonstração incrível que sem dúvida alguma será relembrada. Precisa de ser forte e digna. Tem de mostrar o poder, a dignidade do povo francês, que gritará por amor à liberdade e à tolerância. Venham em massa.”

A Frente Nacional não foi convidada para a marcha de domingo e a líder Marine Le Pen já veio dizer que a organização mencionou que o partido não seria bem acolhido.