Última hora

Última hora

Grécia recusa cooperar com a "troika"

A Grécia não pretende cooperar com a “troika” e não vai pedir um prolongamento do plano de resgate. A posição foi expressa pelo ministro grego das

Em leitura:

Grécia recusa cooperar com a "troika"

Tamanho do texto Aa Aa

A Grécia não pretende cooperar com a “troika” e não vai pedir um prolongamento do plano de resgate. A posição foi expressa pelo ministro grego das Finanças após um encontro com o presidente do Eurogrupo.

Jeroen Dijsselbloem foi a Atenas recordar que os gregos têm de respeitar os acordos e não devem avançar com medidas unilaterais.

Mas O executivo Tsipras já tomou medidas anti-austeridade. E se durante a conferência de imprensa Giannis Varoufakis mostrou-se cooperativo, no final disse: “Não pretendemos cooperar com a comissão tripartida, que implementa um programa que definimos como antieuropeu, uma comissão que segundo o Parlamento Europeu não tem legitimidade”.

O plano de resgate da UE termina em fevereiro e a “troika” deveria regressar em breve para a última avaliação e desbloquear uma fatia de ajuda de 7 mil milhões de euros.

As palavras de Varoufakis criaram um ambiente tenso na conferência de imprensa, provocaram uma nova queda da bolsa e a subida das taxas de juro da dívida. As “yields” das obrigações a três anos rondam já os 19%.