Última hora

Última hora

Segundo refém japonês executado pelo ISIL

Foi executado o jornalista japonês refém dos militantes do grupo Estado Islâmico. A decapitação de Kenji Goto, de 47 anos, foi exibida num vídeo

Em leitura:

Segundo refém japonês executado pelo ISIL

Tamanho do texto Aa Aa

Foi executado o jornalista japonês refém dos militantes do grupo Estado Islâmico.

A decapitação de Kenji Goto, de 47 anos, foi exibida num vídeo postado nos sites da organização e restam já poucas dúvidas quanto à autenticidade das imagens.

Esta é a segunda execução de um refém japonês em uma semana após a morte de Haruna Yukawa no último domingo.

O carrasco de sotaque britânico é aquele que esteve presente em vídeos anteriores de execução de reféns, conhecido como Jiahdi Jonh.

Primeiro-ministro japonês mostrou-se indignado com o ato e garante que vai continuar a apoiar ao nível logístico e humanitário a comunidade internacional no combate ao terrorismo.

O jornalista entrou na Síria para cobrir a guerra civil e terá sido capturado em outubro pelos jiadistas.