Última hora

Última hora

Rei da Jordânia promete vingança implacável contra o Estado Islâmico

Abdullah II da Jordânia promete vingança. O país está em estado de choque, com a divulgação do vídeo em que um piloto é queimado vivo por militantes do Estado Islâmico.

Em leitura:

Rei da Jordânia promete vingança implacável contra o Estado Islâmico

Tamanho do texto Aa Aa

O Rei Abdullah II foi acolhido e saudado por uma multidão, esta quarta-feira à chegada a Amã. O Rei da Jordânia encurtou a visita aos Estados Unidos, depois da divulgação de um vídeo, onde militantes do grupo armado “Estado Islâmico” queimam vivo um piloto da Força Aérea jordana. O vídeo terá sido gravado em janeiro, mas só agora a morte de Muath al-Kasaesbeh foi conhecida.

O primeiro ato do Rei, regressado à Jordânia, foi reunir-se com altos responsáveis militares, para decidir a resposta a este crime: “A Jordânia está a trabalhar com os membros da coligação, para parar o extremismo e o terrorismo. É o que vamos continuar a fazer. A nossa força e as nossas capacidades são conhecidas de todos. A Jordânia vai continuar nessa via. Na altura certa, vamos anunciar os novos passos que vamos dar”, disse o porta-voz do governo, Mohammad al-Momani.

O pai de Muath pediu também uma vingança implacável pela morte do filho. O piloto foi capturado pelos radicais em dezembro, depois do abate do F16 que pilotava, no quadro das operações militares da coligação.