Última hora

Última hora

Siemens anuncia redução de 7800 trabalhadores em todo o mundo

A Siemens confirmou esta sexta-feira a intenção de despedir cerca de 7.800 trabalhadores em todo o mundo, dos quais 3.300 só na Alemanha. A decisão

Em leitura:

Siemens anuncia redução de 7800 trabalhadores em todo o mundo

Tamanho do texto Aa Aa

A Siemens confirmou esta sexta-feira a intenção de despedir cerca de 7.800 trabalhadores em todo o mundo, dos quais 3.300 só na Alemanha. A decisão da multinacional germânica do ramo da eletrónica está relacionada com a alegada reorganização da empresa, com o objetivo de alcançar uma poupança de mil milhões de euros para serem reinvestidos em inovação, produtividade e iniciativas de crescimento.

“O nosso conceito ‘Visão 2020’ vai permitir-nos recolocar a nossa companhia no caminho do crescimento sustentável e fechar a falta de rentabilidade face aos nossos concorrentes”, disse, em comunicado, Joe Kaeser, presidente e diretor executivo (CEO, na popular sigla inglesa) da Siemens AG, garantindo que “estes passos” agora anunciados vão “aproximar a empresa dos consumidores” e torna-la “mais rápida”. “Em resultado, algumas tarefas e funções vão ser completamente eliminadas”, acrescentou.

Contactada pela RTP, fonte da Siemens Portugal escusou-se a acrescentar qualquer informação ao comunicado da casa mãe, que pudesse colocar alguma luz sobre os impactos desta reestruturação mundial na representação portuguesa da multinacional alemã.

A Siemens AG existe há mais de 165 anos, está presente em mais de 200 países e, num balanço efetuado em setembro último, tinha registados cerca de 357 mil funcionários em todo o mundo. No último ano fiscal, encerrado a 30 de setembro de 2014, a Siemens gerou rendimentos de 71,9 mil milhões de euros e um lucro líquido de 5,5 mil milhões de euros.