Última hora

Última hora

Grécia: "sofremos anos de austeridade e seria injusto não chegar a um acordo"

O acordo selado hoje entre a Grécia e o Eurogrupo arrisca-se a inflamar a política interna grega. A oposição socialista acusou já o executivo de pôr

Em leitura:

Grécia: "sofremos anos de austeridade e seria injusto não chegar a um acordo"

Tamanho do texto Aa Aa

O acordo selado hoje entre a Grécia e o Eurogrupo arrisca-se a inflamar a política interna grega.

A oposição socialista acusou já o executivo de pôr em causa o sucesso do plano de resgate no país.

Os comunistas, por seu lado, falam de uma derrota do executivo na luta contra a austeridade e convocaram já uma manifestação de protesto para sexta-feira.

Nas ruas de Atenas alguns gregos mostram-se mais compreensivos com as concessões do governo:

“Nós sofremos anos de austeridade e seria injusto não chegar a um acordo desde que este seja implementado”.

“Temos que permanecer na zona euro, é isso que queremos, mas não podemos fazer mais se não chegarmos a um acordo com os nossos credores”

Segundo o correspondente da euronews:

“Mesmo que o governo tenha conseguido finalmente chegar a um acordo com os credores, ainda está longe de ver a luz ao fim do túnel, uma vez que tem que cumprir as promessas junto dos parceiros europeus e do povo grego, um mês após a vitória eleitoral do Syriza”.