Última hora

Última hora

Ex-político alemão confessa crime de pornografia infantil

Sebastian Edathy reconheceu um "erro" para pôr termo ao julgamento. O escândalo pôs fim à carreira em ascensão do político social-democrata.

Em leitura:

Ex-político alemão confessa crime de pornografia infantil

Tamanho do texto Aa Aa

Um ex-deputado alemão confessou um “erro” para pôr termo ao julgamento por pornografia infantil. Sebastian Edathy reconheceu ter descarregado imagens para o computador portátil de serviço. A declaração foi lida pelo advogado, esta segunda-feira, no tribunal de Verden.

O antigo político tem de pagar uma multa de 5 mil euros O dinheiro vai ser entregue a uma associação de proteção à infância. Para o juiz Jurgen Seifert, apesar da pornografia infantil “não ser um delito menor”, toda a gente “merece uma segunda oportunidade.” Sebastian Edathy fica com o cadastro limpo.

O escândalo rebentou há um ano e pôs fim à carreira em ascensão do político social-democrata. O caso também custou o lugar de um ministro conservador por alertar Edathy da investigação em curso.