Última hora

Última hora

" A Grécia não está só"

“A Grécia não está só”, a mensagem levada por cerca de 300 manifestantes pró-Grécia ao Ministério das Finanças, em Berlim. A manifestação foi

Em leitura:

" A Grécia não está só"

Tamanho do texto Aa Aa

“A Grécia não está só”, a mensagem levada por cerca de 300 manifestantes pró-Grécia ao Ministério das Finanças, em Berlim.

A manifestação foi convocada pela rede internacional ATTAC, Associação pela Tributação das Transações financeiras e auxílio aos cidadãos, contra a posição dura de Berlim sobre a crise da dívida grega.

“Trata-se de dar à Grécia uma oportunidade e ao novo governo a hipótese de mostrar trabalho sem a pressão da Europa o que aumenta o sofrimento dos gregos, um sofrimento que foi criado a partir do exterior e não do país ou da sua própria política interna “.

Esta marcha de apoio ao novo governo grego, eleito em janeiro com a promessa de reverter a austeridade e renegociar os termos de um resgate internacional de 240 mil milhões de euros, surge após a polémica entre o ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schaeuble e o seu homólogo grego que Schaeuble terá tratado de ingénuo.

Um insulto que Atenas denunciou e que Berlim rejeitou como “absurdo” queixando-se de deformação de palavras fora do seu contexto.

Durante uma conferência Wolfgang Schaeuble disse tinha tido uma conversa com Varoufakis para explicar o comentário.