Última hora

Última hora

Radar: O riso que anima Kiev e a Atlântida que afinal... pode não ser nos Açores

Um bom par de pernas Cientistas em Florença apresentaram o primeiro par de pernas biónicas do mundo, destinadas a permitir que amputados se desloquem

Em leitura:

Radar: O riso que anima Kiev e a Atlântida que afinal... pode não ser nos Açores

Tamanho do texto Aa Aa

Um bom par de pernas

Cientistas em Florença apresentaram o primeiro par de pernas biónicas do mundo, destinadas a permitir que amputados se desloquem sem esforço. “Cyberlegs” combina membros artificiais com os chamados robôs “wearable”. Até agora, 11 pessoas testaram com sucesso o produto.

http://www.ansa.it/sito/video/getEmbed.html?r=0&w=628&as=0&v=i20150316190432868.flv&p=/webimages/img_620×438/2015/3/16/4ff13eb83c982125fcfd3a2e62bf5cdb.jpg&t=”

O riso que cura e salva
em Kiev

Em tempos difíceis, a melhor coisa é rir, sorrir e fazer é rir de tudo. Pelo menos, essa é a impressão que os organizadores de “At the Bottom: O Festival de Pânico e Histeria” tenta criar humor e perspectiva positiva a partir de situações dramáticas e dolorosa do ponto de vista humano.Um festival de arte de rua, artesanato e comida em Kiev, na Ucrânia, em 21 de março.

http://static.euronews.com/articles/302484/1200×750_binbag1.jpg”>

A cidade perdida de Atlântida está em Marrcos

A cidade perdida de Atlântida pode não estar debaixo de água como os pesquisadores pensam há anos. Um perito em informática localizou a famosa cidade descrita por Platão num deserto marroquino. A cidade poderá ter sido destruída por um tsunami, segundo o especialista alemão Michael Hubner. Hubner usou as pistas dadas por Platão para construir um programa informático e descobrir o local extato metrópole. Hubner morreu em 2013, mas as suas teorias já foram publicadas em livro.

Meteorito ilumina céu suiço

Um objeto luminoso intermitente atravessou o céu noturno chamou a atenção dos moradores da Suíça, Áustria e sul da Alemanha.
Algumas peças ainda reivindicadas de rocha carbonizada deixaram partículas nos jardins das casas.
Markus Griesser do Observatório Eschenberg na Suíça disse que os relatórios sugeriram que o objeto era um meteorito.

Música para surdos na Suécia

A Suécia têm feito um enorme progresso nos festivais da Eeurovisão. Este ano a competição interna para apurar o representante no espetáculo europeu teve a participação de um intéprete de linguagem gestual que traduziu as canções. Tommy Krångh que dançava enquanto traduzia tornou-se a verdadeira estrela ofuscando os verdadeiros cantores.

https://www.youtube.com/embed/S0OeBrQBPNc