França: Retomadas operações de busca dos destroços do avião da Germanwings

Access to the comments Comentários
De  Fernando Peneda  com Lusa
França: Retomadas operações de busca dos destroços do avião da Germanwings

<p>Ao mesmo tempo que as equipas de resgate retomaram esta manhã as operações de busca dos destroços do avião da Germanwings, que se despenhou terça-feira nos Alpes franceses, o ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, confirmou que, apesar de danificada, é ainda possível analisar a caixa negra encontrada. </p> <p>Em Seyne-les-Alpes, a poucos quilómetros do lugar do acidente, o movimento de veículos intensificou-se assim que o sol nasceu.</p> <p>“No total temos mais de 600 homens – gendarmes e bombeiros sapadores, uma equipa médica mobilizada para o local, investigadores e as pessoas que vão criar uma área de segurança. Isto é, limitar a zona para evitar que seja poluída ou violada e permitir aos investigadores trabalhar com segurança dado que se trata de uma zona muito escarpada”, afirmou o porta-voz do ministério do Interior.</p> <p>O avião efetuava o trajeto entre Barcelona e Dusseldorf. As autoridades consideram serem baixas as probabilidades de algum dos ocupantes poder ser encontrado com vida.</p> <p>Bernard Cazeneuve disse que “todas as hipóteses devem ser analisadas”, mas que “a hipótese de terrorismo não é privilegiada” dado que “há uma concentração de destroços do avião num espaço de um hectare e meio”, o que “demonstra que o avião provavelmente não explodiu”. </p> <p>As autoridades francesas montaram um dispositivo em Seyne-les-Alpes para acolher os familiares das vítimas.</p> <p>“Após terem sido retomadas as operações de busca, esta manhã bem cedo, o mais importante hoje é acolher as famílias das vítimas esperadas ao longo do dia e igualmente os Chefes de Estado, François Hollande, Angela Merkel e Mariano Rajoy”, sublinhou Laurence Alexandrowicz, da Euronews, no local.</p>