Última hora

Última hora

Liga Portuguesa, J30: Há futebol espetáculo em Portugal mas ninguém avisou Benfica e Porto

Em leitura:

Liga Portuguesa, J30: Há futebol espetáculo em Portugal mas ninguém avisou Benfica e Porto

Tamanho do texto Aa Aa

O jogo do título entre Benfica e Porto até pode ter sido o grande destaque do fim de semana mas quem gosta de futebol espetáculo e golos teve de os procurar bem longe do Estádio da Luz. O empate no primeiro jogo em que os encarnados não conseguiram marcar em casa desde que Jorge Jesus é treinador da equipa foi festejado como se de uma vitória se tratasse.

Clique aqui para ler a crónica do jogo entre Benfica e FC Porto

No entanto o Benfica não foi o único clube que terminou a 30ª jornada com um sorriso nos lábios. Em Moreira de Cónegos, o Sporting deu continuidade ao excelente momento que atravessa e somou a sexta vitória nos últimos sete encontros da Liga.

A equipa de Marco Silva entrou a todo o gás e abriu o ativo logo aos dois minutos por Carlos Mané. Mesmo em vantagem, não tirou o pé do acelerador e marcou por mais duas vezes antes do descanso. Fredy Montero, o melhor jogador em campo, e Tanaka foram os marcadores de serviço.



Ainda antes do descanso, o Moreirense reduziu por intermédio de Leandro, um golo merecido para a formação da casa que nunca abdicou do ataque e dispôs de várias oportunidades para bater Rui Patrício.

Depois do vendaval de futebol ofensivo que foram os primeiros 45 minutos, a toada de jogo acalmou no segundo tempo. Fredy Montero acabaria por estabelecer o 4-1 final a cinco minutos dos noventa.


O Paços de Ferreira venceu em vários campos e aproximou-se da Europa. A equipa de Paulo Fonseca conquistou os três pontos de forma categórica em Arouca (3-1) com mais dois golos do abono de família Bruno Moreira.

PAÇOS em GRANDE!!FC Arouca, 1 (Rui Sampaio) – FC Paços de Ferreira, 3 (Bruno Moreira (2); Hurtado)

Posted by FC Paços de Ferreira on Sunday, 26 April 2015

O conjunto pacence aproveitou ainda os empates a uma bola de Belenenses, em Braga e do Vitória de Guimarães, em Vila do Conde. Pedro Tiba, na reta final do encontro, salvou os arsenalistas da derrota. No Rio Ave foi Renan a garantir um ponto a oito minutos dos noventa.

A formação de Rui Vitória somou o décimo encontro consecutivo sem conquistar os três pontos fora de portas, o que não deixa de ser assinalável para uma equipa que venceu quatro dos primeiros cinco encontros longe da cidade-berço.

Também na corrida por um lugar europeu está o Nacional da Madeira, que recebeu e venceu o Penafiel por 2-0. Já os penafidelenses estão prestes a despedir-se do escalão máximo. Encontram-se oito pontos abaixo da linha de água com 12 pontos por jogar até ao fim do campeonato. Carlos Brito até já fez vários milagres ao longo da carreira mas mesmo ele parece incapaz de salvar o Penafiel.


Também abaixo da linha de água está o Gil Vicente mas os barcelenses ainda respiram graças ao verdadeiro balão de oxigénio que foram os três pontos conquistados em Coimbra. A Académica sofreu a terceira derrota consecutiva e ainda não está a salvo.

Fim da partida. Académica x #GILVICENTE: 1-2; Rúben Ribeiro, 37', Cadú, 66'#UMGILISTANÃODESISTE #UMGILISTANÃODESISTE

Posted by Gil Vicente Futebol Clube on Saturday, 25 April 2015

Também o Vitória de Setúbal está longe de viver dias tranquilos e não foi além de um empate a zero no Bessa. O Boavista atingiu os 30 pontos e tem a manutenção praticamente garantida.

Na Amoreira, Estoril e Marítimo apenas tinham a honra em jogo. As duas equipas têm lugar assegurado a meio da tabela, longe das aflições da descida ou do sonho europeu. Seguiram a tendência da jornada e empataram a uma bola.

Pode consultar aqui todos os resultados e classificações: