Última hora

Em leitura:

Papa Francisco evoca "espécie de 3ª Guerra Mundial"


Bósnia-Herzegovina

Papa Francisco evoca "espécie de 3ª Guerra Mundial"

Um apelo à paz e à reconciliação numa altura em que o mundo vive uma espécie de terceira guerra mundial – esta foi a principal mensagem do papa Francisco na sua visita de um dia à Bósnia-Herzegovina. O país dos Balcãs recebeu o chefe máximo da Igreja Católica pela terceira vez desde o fim da guerra civil, há 20 anos.

Perante os 65 mil fiéis que enchiam o estádio olímpico de Sarajevo o sumo pontífice deixou o alerta:

“No nosso tempo o desejo de paz e o empenho em construí-la entram em choque com o facto que no mundo estão em curso inúmeros conflitos armados e uma espécie de 3ª Guerra Mundial.”

O alerta do papa Francisco foi lançado num país que viveu uma guerra civil que fez cem mil mortos entre 1992 e 1995. Mas duas décadas de paz não resultaram ainda numa verdadeira reconciliação. A Bósnia-Herzegovina conta 3,8 milhões de habitantes; cerca de 40 por cento são muçulmanos, 30 por cento são cristãos ortodoxos de origem sérvia e 15 por cento católicos de origem croata. As tensões interétnicas ainda se fazem sentir mas a ajuda europeia tem evitado males maiores.