Última hora

Última hora

Bélgica finta França e cunha moeda exclusiva de 2,5 euros por Waterloo

A Bélgica fintou a polémica com a França e decidiu avançar de forma unilateral para a cunhagem de uma moeda de euros exclusiva de 2,5 euros para

Em leitura:

Bélgica finta França e cunha moeda exclusiva de 2,5 euros por Waterloo

Tamanho do texto Aa Aa

A Bélgica fintou a polémica com a França e decidiu avançar de forma unilateral para a cunhagem de uma moeda de euros exclusiva de 2,5 euros para comemorar o bicentenário da batalha de Waterloo, onde as tropas de Napoleão Bonaparte foram derrotadas por uma coligação europeia liderada pelo duque britânico de Wellignton e pelo marechal prussiano Gebhard Leberecht von Blücher.


A casa da Moeda Real da Bélgica tinha previsto a cunhagem de 280 mil moedas de 2 euros, comemorativas de Waterloo, cujos 200 anos se celebram a 18 de junho, mas essa iniciativa foi bloqueada pela França, sob alegações de poder criar “tensões desnecessárias” na Europa pela evocação da derrota gaulesa.

“O objetivo não é reviver atritos antigos. Numa Europeia moderna, há coisas mais importantes para se resolver. Mas nenhuma batalha teve mais importância para a história recente e mexeu tanto com a imaginação como Waterloo”, afirmou Johan van Overtveldt, o ministro das Finanças belga, que assistiu à cunhagem do primeiro lote das 70 mil moedas de 2,5 previstas.

A decisão de cunhar esta moeda foi unilateral dos belgas, que optaram pela imagem do “Leão de Waterloo” na colina do campo de batalha e as tropas em posição de combate.

Na zona euro, não existem moedas de 2,5 euros, por isso a aceitação desta moeda em transações vai ficar limitada ao espaço comercial belga. Mas será certamente alvo da cobiça de colecionadores de numismática por todo o Mundo.


Para além da moeda de 2,5 euros, haverá ainda uma outra de prata com valor facial de 10 euros, mas vendida a 40 euros, na qual estará representado o momento em que o duque de Wellington toma conhecimento da chegada dos aliados da Prússia, surgindo em primeiro plano o príncipe William de Orange numa maca, baleado no ombro esquerdo.