Última hora

Última hora

Grécia apresenta contra-proposta de reformas

Grécia apresentou à UE e ao FMI uma contra-proposta para o estabelecimento de um compromisso com os credores internacionais. A proposta alternativa

Em leitura:

Grécia apresenta contra-proposta de reformas

Tamanho do texto Aa Aa

Grécia apresentou à UE e ao FMI uma contra-proposta para o estabelecimento de um compromisso com os credores internacionais.

A proposta alternativa grega sobre o plano de reformas a implementar por Atenas está a ser estudada pela Comissão Europeia.
Segundo a imprensa grega, Atenas propõe o aumento da compra de títulos do tesouro helénico pelo Banco Central Europeu (BCE) e a utilização do Mecanismo de Estabilidade Financeira para o pagamento dos empréstimos do BCE.

O ministro grego das Finanças, Yanis Varoufakis, que na segunda-feira foi recebido em Berlim pelo ministro das Finanças da Alemanha, Wolfgang Schäuble, disse que o encontro foi “muito produtivo”, sublinhando que as acusações mútuas só servem aos inimigos da Europa.

“É tempo de deixarmos de apontar o dedo uns aos outros”, afirmou, acrescentando que é preciso que cada uma das partes comece a fazer o que lhe compete “para levar a bom termo os esforços de muitos meses, para chegar a um acordo”.

Numa entrevista publicada esta terça-feira pelo diário alemão Der Tagesspiegel, Varoufakis critica as exigências feitas pelos credores a Atenas, acusando-os de transformar as negociações numa “guerra” e frisando que “uma proposta como aquela só é feita se não se quer realmente chegar a um acordo”.

Segundo fontes próximas do processo,
Atenas estaria disposta a aceitar algumas exigências dos credores, como a correção da reforma do IVA.
Um novo encontro entre o Presidente da Comissão Europeia Juncker e o primeiro-ministro Alexys Tsipras poderá ter lugar na quarta-feira.