Última hora

Última hora

Dina El Wedidi: o rosto da nova cena musical no Egito pós-revolução

Em leitura:

Dina El Wedidi: o rosto da nova cena musical no Egito pós-revolução

Tamanho do texto Aa Aa

A cantora Dina El Wedidi é um dos rostos da nova cena musical que emergiu no Egito após a revolução de 2011.

A cantora Dina El Wedidi é um dos rostos da nova cena musical que emergiu no Egito após a revolução de 2011.

Point of view

A minha música retrata uma grande variedade temas. Falo de questões sociais, humanas, ambientais e políticas. Enquanto cidadã egípcia estou muito virada para os problemas da sociedade egípcia.

A artista de 27 anos foi uma das convidadas da Festa da Música, organizada pelo Instituto Francês no Cairo. Por ocasião do concerto, a 25 de junho, a euronews conversou com Dina El Wedidi.

“A minha música retrata uma grande variedade temas. Falo de questões sociais, humanas, ambientais e políticas. Enquanto cidadã egípcia estou muito virada para os problemas da sociedade egípcia”, sublinhou El Wedidi.

“Nos nossos espetáculos, tentamos criar uma nova linguagem, falamos de temas novos e apresentamos novos músicos de todo o país”, acrescentou a cantora.

Dina El Wedidi fundou o seu próprio grupo em 2011, o ano da revolta no Egito. A cantora egípcia combina vários estilos de música, jazz folk e rock. Uma das canções que interpretou nessa altura tornou-se um sucesso ao conseguir exprimir o espírito da chamada primavera árabe.

“Somos apenas músicos, tocamos para o público e depois esperamos para ver como ele reage. Faz parte da experiência artística e é o nosso papel. O nosso desempenho está associado à resposta do público. A reação do público encoraja-nos a continuar”, sublinhou a artista egípcia.

Dina El Wedidi faz parte do projeto “Nilo”, um coletivo implicado nas questões ambientais que reúne músicos e pensadores da região do Vale do Nilo.