Última hora

Última hora

Grécia: Restrições de capital não afetam turistas

Os turistas de Mykonos, além de não se sentirem afetados, ainda ajudam os comerciantes locais pagando em dinheiro líquido.

Em leitura:

Grécia: Restrições de capital não afetam turistas

Tamanho do texto Aa Aa

O fecho dos bancos está a ser relativamente bem vivido pelos turistas em Mykonos, uma das ilhas gregas a atrair mais visitantes.

Point of view

"Pedimos às pessoas para nos darem dinheiro vivo, para que não fiquemos sem troco durante a semana. (...) As pessoas têm sido muito simpáticas e estão a colaborar."

Com os levantamentos nas caixas multibanco limitados a 60 euros por dia, embora esta restrição seja apenas para as contas na Grécia, muitos acharam melhor precaver-se. No caso de Laura, turista venezuelana, o ditado inverteu-se – antes de chegar a terra, aviou-se no mar: “Não tenho medo nenhum, mas precavi-me. No navio de cruzeiro, havia caixas multibanco, por isso levantámos, para poder pagar nas lojas onde não aceitam cartão de crédito”.

Para não lhes faltar trocos na caixa, muitos comerciantes pedem aos turistas para pagar em dinheiro. Os visitantes colaboram: “Pedimos às pessoas para nos darem dinheiro vivo, para que não fiquemos sem troco durante a semana, até os bancos reabrirem. As pessoas têm sido muito simpáticas e estão a colaborar”, diz Nadina, comerciante.

Os últimos desenvolvimentos da crise grega não estão a afetar o turismo. A Grécia continua a ser um dos destinos mais procurados na Europa. O sol é sempre um valor seguro.