Última hora

Última hora

França: Criadores de gado cortam estradas pelo terceiro dia

O protesto mantém-se, apesar das medidas de apoio ao setor pecuário apresentadas pelo governo.

Em leitura:

França: Criadores de gado cortam estradas pelo terceiro dia

Tamanho do texto Aa Aa

As promessas do governo francês não chegam para os criadores de gado, que mantêm o protesto que dura desde segunda-feira e se deve prolongar pelos próximos dias, com o corte de estradas e descargas de estrume e outros detritos.

O governo chefiado por Manuel Valls prometeu 600 milhões de euros em isenções fiscais, mais empréstimos no valor de 500 milhões de euros, para ajudar os criadores a pagar as dívidas. Estima-se que uma em cada dez pessoas nesta área esteja em situação de bancarrota.

Os criadores protestam contra os baixos preços pagos pelas grandes superfícies. Querem também impedir a importação de leite de Espanha. Vários contentores foram abertos e o leite derramado à força pelos manifestantes.

Os protestos têm-se centrado na Normandia, mas vão ser alargados, a partir desta noite, a cidades como Lyon e Clermont-Ferrand.

O Monte Saint-Michel, um dos locais mais emblemáticos de França, ganhou uma nova paisagem, que não agrada aos muitos turistas que visitam a zona.