Última hora

Última hora

Donald Trump: O presidente que quer ser Presidente

Donald Trump, empresário norte-americano – também conhecido por apresentar um ‘reality show’ na televisão norte-americana, chamado ‘The Apprentice’ –

Em leitura:

Donald Trump: O presidente que quer ser Presidente

Tamanho do texto Aa Aa

Donald Trump, empresário norte-americano – também conhecido por apresentar um ‘reality show’ na televisão norte-americana, chamado ‘The Apprentice’ – faz parte da lista de candidatos do Partido Republicano à Casa Branca.

Uma sondagem do ‘Washington Post/ABC News’ coloca-o à frente nas escolhas dos republicanos, com 11 pontos de avanço, mas será que o magnata conseguirá, de facto, convencer o partido?

O multimilionário não tem ‘papas na língua’, é um provocador e, talvez por isso, consegue cativar a atenção do público em geral e também dos meios de comunicação, mas nem sempre pelos melhores motivos.

Tudo o que é escrito sobre ele, nas notícias do motor de busca ‘Google’, tem mais visualizações do que a informação lançada sobre o autoproclamado Estado Islâmico. Uma questão que deverá estar, diretamente, ligada às polémicas nas quais se envolve.

O seu discurso, inflamado, sobre os mexicanos – quando anunciou a intenção de ser o candidato presidencial do republicanos – valeu-lhe ameaças de alguém que diz ser o barão da droga ‘El Chapo’, que fugiu, recentemente, da prisão. Na altura, falando sobre os mexicanos, Trump afirmou que são eles que levam a droga e o crime para os Estados Unidos. Que eles são violadores, ainda que alguns sejam ‘boas pessoas’, e aqui Trump faz uma suposição. E toda esta informação chegou-lhe a partir de guardas fronteiriços com quem falou.

Alegadamente, ‘El Chapo’ respondeu através das redes sociais:

“Sigue chingando y voy hacer que te tragues todas tus putas palabras pinche guero cagaleche @realDonaldTrump”. Na sequência desta ameaça, pouco amigável, Donald Trump chamou o FBI que se ocupou do caso.

http://www.dailymail.co.uk/news/article-3159344/There-s-no-jail-big-midget-Mexico-s-billion-dollar-drugs-lord-gloats-Twitter-escaping-prison-shower-block-tunnel.html

Outras respostas não se fizeram esperar, com empresas a quebrarem contratos com as de Trump.

Mas as polémicas criadas por este conservador não terminam aqui. Durante um encontro com conservadores, no Estado do Iowa, menosprezou a carreira militar do senador republicano John MacCain, prisioneiro de guerra no Vietname, ao afirmar: “Ele é um herói porque foi capturado. Eu gosto é de pessoas que não se deixam prender”, “Ele não é um herói de guerra”. Palavras mais tarde desmentidas, como se nunca tivessem sido proferidas, ainda que o encontro tenha sido gravado, pelo homem que não prestou serviço militar.

Donald Trump é também conhecido pela célebre frase: “You’re Fired!”, está despedido, em português, proferida, em cada programa de televisão do qual é ‘a estrela’. O magnata – que se considera, ‘grosso modo’, o melhor presidente “que Deus criou” – contrata empregados para a sua empresa, através de um ‘reality show’, uma selva televisiva onde vale tudo para não se ouvir Trump dizer, no final, “You’re Fired!”.

A título de curiosidade, os insultos, constantes, de Trump, a uma série de pessoas com nomes diferentes, levou à criação de um ‘gerador de insulto on-line’.

Mas o presidente que quer ser Presidente dos EUA está já à frente de 457 empresas. E é também membro de 234 organizações que têm o nome Trump na sua designação.

No ‘final das contas’, a questão que se coloca é sempre a mesma. Será ele capaz de convencer os seus pares através da sua conduta menos convencional? Ou, pelo contrário, estará ele a fazer um favor, aos outros candidatos, que parecem mais razoáveis? É preciso esperar para saber.