Última hora

Última hora

Crianças separadas pela guerra reencontram famílias no Sudão do Sul

Em leitura:

Crianças separadas pela guerra reencontram famílias no Sudão do Sul

Crianças separadas pela guerra reencontram famílias no Sudão do Sul
Tamanho do texto Aa Aa

Separadas da família por 19 meses de guerra no Sudão do Sul, 18 crianças reuniram-se esta segunda-feira com os pais.

O reencontro, organizado pela UNICEF, graças a uma aplicação para telemóvel, teve lugar na cidade de Akobo, junto à fronteira etíope, na área controlada atualmente pelas forças da oposição ao presidente Salva Kiir.

As crianças, com idades entre quatro e 15 anos encontravam-se num campo de refugiados em Bor, a cerca de 230 km de Akobo.

O conflito armado iniciado em Dezembro, na nação mais jovem e mais pobre do mundo, já provocou mais de 2,2 milhões de deslocados, entre os quais cerca de 800 mil são crianças.

“Estou tão contente por reencontrar-me com o meu filho vivo, são todas as palavras que consigo dizer e quero agradecer à organização” afirma o familiar de uma das crianças.

A UNICEF identificou até agora mais de 8.700 casos de menores separados dos pais, quando apenas 1.500 já regressaram às suas famílias.