Última hora

Última hora

Itália a braços com várias operações de resgate de migrantes

Na itália, a guarda costeira prossegue os esforços de salvamento de contínuas vagas de migrantes que tentam atravessar o Mediterrâneo para entrar no

Em leitura:

Itália a braços com várias operações de resgate de migrantes

Tamanho do texto Aa Aa

Na itália, a guarda costeira prossegue os esforços de salvamento de contínuas vagas de migrantes que tentam atravessar o Mediterrâneo para entrar no país.

Este domingo, 420 clandestinos – homens, mulheres e crianças – chegaram ao porto de Augusta, na costa da Sicília, depois de resgatados, na costa do Egipto, por um navio da marinha croata.

“Eles partiram há dez dias de Alexandria, no Egipto. Chegaram a Augusta em dois navios diferentes, um da guarda costeira croata e outro da polícia aduaneira italiana. Há muitas famílias, muitas crianças, na maioria do Iraque, mas também da Líbia”, segundo um funcionário da proteção civil italiana, Marco Bertoni.

Decorrem atualmente nas águas do Mediterrâneo várias operações de resgate.

Esta segunda-feira, é esperado no porto siciliano de Catania um navio norueguês que transporta os 312 migrantes resgatados ontem, perto da costa Líbia, de um barco de pesca.

A marinha italiana encontrou a bordo 49 pessoas mortas por asfixia, todas no porão, onde viajam aqueles que só conseguem pagar metade dos cerca de 1.800 euros que os traficantes exigem.

Na passada terça-feira, mais de 50 clandestinos foram dados como desaparecidos, quando o bote pneumático que os transportava afundou nas águas do Mediterrâneo.

Cerca de 200 outros perderam a vida no princípio do mês perto da costa da Líbia.

De acordo com a Organização Internacional para as Migrações (OIM), mais de 2.300 pessoas morreram no Mediterrâneo desde o início do ano, quando tentavam chegar à Europa em embarcações precárias. Em 2014, o total de vítimas mortais foi de 3.279.

Ainda segundo a OIM, este ano atravessaram o Mediterrâneo cerca de 250 migrantes, enquanto o número total para 2014 foi de 219 mil.