Última hora

Última hora

Em leitura:

"Sem Saída"


cinema

"Sem Saída"

Um paraíso transformado no inferno de uma sangrenta revolução: “No Escape” – “Sem Saída” conta a história de uma família expatriada num país asiático, que é apanhada no meio de um golpe de Estado em que os estrangeiros são os alvos a abater.

Owen Wilson e Lake Bell encarnam os papéis de um casal que, para se por a salvo, vai necessitar da ajuda de um misterioso “turista” britânico, protagonizado pelo ex-Bond Pierce Brosnan.

As primeiras cenas do filme, antes de a ação começar a sério, são um terreno cinematográfico que Owen Wilson conhece bem:

“Gravar as cenas iniciais, em que vemos apenas uma família feliz, foi algo que pareceu familiar, porque tenho feito cenas semelhantes noutros filmes. Mas, depois, é como se puxássemos o tapete ao personagem e ao público, porque as coisas começam a acontecer a um ritmo alucinante”.

Os filmes de ação são terreno novo para Wilson e Bell, mais habituados ao género da comédia.

Lake Bell afirma que a película “embala o público numa falsa sensação de conforto: as pessoas pensam que as coisas vão correr bem. Mas, acaba por ser uma desgraça e para o público, que está num estado de espírito diferente, isso é irritante e ao mesmo tempo excitante”.

Bell quis fazer quase todas as cenas de ação, não recorrendo a duplos, e não evitou uma pequena lesão nas costas logo no segundo dia de filmagens. Nada que tivesse atrasado a produção.

O quadro de protagonistas fica completo com Pierce Brosnan:

(O filme) “é uma verdadeira montanha russa e é sobre uma família apanhada no meio de uma situação infernal. Eu faço o papel de um homem dilacerado, que se quer redimir de tudo o que fez na vida”, afirma o ator britânico.

Mais habituado ao género do horror, John Erick Dowdle assina o seu primeiro thriller de ação.

“Sem Saída” estreia em Portugal a 3 de setembro.

Escolhas do editor

Artigo seguinte
"The 33": O drama dos mineiros chilenos

cinema

"The 33": O drama dos mineiros chilenos