Última hora

Última hora

Real Madrid e Manchester United trocam acusações pelo falhanço da contratação de De Gea

O Real Madrid responsabiliza o Manchester United pelo falhanço da contratação do guarda-redes David De Gea. O clube madrileno afirma ter feito tudo o

Em leitura:

Real Madrid e Manchester United trocam acusações pelo falhanço da contratação de De Gea

Tamanho do texto Aa Aa

O Real Madrid responsabiliza o Manchester United pelo falhanço da contratação do guarda-redes David De Gea.

O clube madrileno afirma ter feito tudo o que era necessário para concluir as transferências de De Gea e Kaylor Navas, mas que o Manchester terá levado demasiado tempo a tratar as questões burocráticas.

O Real explica que o Manchester só na segunda-feira de manhã aceitou negociar David de Gea e indicou que só o faria mediante acordo com Kaylor Navas.

Os espanhóis dizem ter enviado os contratos assinados por De Gea e Navas às 23H32 hora de Madrid, mas que o United registou à meia-noite os detalhes da transferência de De Gea no sistema de transferências (Transfer Match System – TMS), mas não fez o mesmo para Navas, o que terá deixado o Real sem tempo para aceder ao sistema.

De acordo com a Imprensa espanhola, a dupla transferência fica assim cancelada. Assim, De Gea irá manter-se no Manchester United e Keylor Navas no Real Madrid.

O Manchester United refutou entretanto, em comunicado publicado no seu sítio oficial, qualquer responsabilidade na transferência falhada de David de Gea para o Real Madrid, revelando que até ofereceu ajuda técnica, recusada pelos espanhóis.

Os ingleses acrescentam que, a pouco tempo do fecho da janela de transferências, o Real Madrid devolveu documentação com “significativas alterações”, que “imediatamente colocaram o negócio em risco”.