Última hora

Última hora

Os refugiados que desesperam para sair de Tovarnik

Com o outono à porta, os milhares de migrantes que ocupam as ruas da pequena localidade croata de Tovarnik tentam a todo o custo chegar ao centro da

Em leitura:

Os refugiados que desesperam para sair de Tovarnik

Tamanho do texto Aa Aa

Com o outono à porta, os milhares de migrantes que ocupam as ruas da pequena localidade croata de Tovarnik tentam a todo o custo chegar ao centro da Europa. A estação ferroviária local voltou a ser cenário de momentos de caos e desespero.

Desde que a Hungria isolou completamente a fronteira com a Sérvia, no início da semana, impedindo o avanço para norte, mais de 20 mil pessoas entraram na Croácia. Muitas estão a desviar a travessia para a Eslovénia. Budapeste acusa Zagreb de estar a “violar a soberania húngara” ao continuar a enviar autocarros e comboios para a fronteira e ameaça bloquear a entrada dos croatas no espaço Schengen. Mas o governo croata salienta que não vai agir pela força e que vai continuar a deixar os refugiados atravessarem o país.

Muitos chegam a pé a Tovarnik passando ao largo da cidade sérvia de Sid. Ao longo do dia de sábado, cerca de três dezenas de autocarros, cada um com cerca de 60 pessoas, saíram de Tovarnik rumo à fronteira húngara, onde os passageiros descem para continuar o caminho a pé.