Última hora

Última hora

Papa Francisco pede "perdão pelos escândalos que atingiram o Vaticano"

O Papa Francisco pediu, esta quarta-feira, "perdão pelos escândalos que atingiram recentemente Roma e o Vaticano", sem precisar os casos a que se estava a referir.

Em leitura:

Papa Francisco pede "perdão pelos escândalos que atingiram o Vaticano"

Tamanho do texto Aa Aa

O Papa Francisco pediu, esta quarta-feira, “perdão pelos escândalos que atingiram recentemente Roma e o Vaticano”, sem precisar os casos a que se estava a referir.

A Santa Sé não prestou mais esclarecimentos, limitando-se a afirmar que se o Sumo Pontífice “quisesse ser mais específico, sabe muito bem como o fazer”.

O pedido de “perdão” foi feito perante milhares de pessoas reunidas na Praça de São Pedro.

Francisco acrescentou que “é inevitável que os escândalos aconteçam, mais ai do homem que provoca tais escândalos”.

A catequese do Papa foi dedicada à importância das crianças, o que levou a imprensa a inferir que Francisco pediu perdão pelos escândalos de pedofilia que atingiram a Igreja Católica.

Nas últimas semanas, o Vaticano anunciou a morte de um padre que ia ser julgado por abuso sexual de menores e outro sacerdote admitiu, publicamente, ser homossexual.