Última hora

Última hora

Rússia concentra-se no combate ao terrorismo e Bashar al-Assad deixa de ser uma questão de princípio

Rússia não considera a manutenção de Bashar al-Assad no poder como uma questão de princípio. O comentário da porta-voz do Ministério das Relações

Em leitura:

Rússia concentra-se no combate ao terrorismo e Bashar al-Assad deixa de ser uma questão de princípio

Tamanho do texto Aa Aa

Rússia não considera a manutenção de Bashar al-Assad no poder como uma questão de princípio.

O comentário da porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, esta terça-feira, em Moscovo, sugere uma divergência com o Irão, outro grande aliado do presidente sírio, e uma maior flexibilidade diplomática para resolver um conflito que já provocou mais de 250 mil mortes e milhões de refugiados.

“Nós nunca dissemos que Assad tem que ir embora ou ficar. O que dissemos foi que a soberania da Síria é uma chave para combater o terrorismo, porque sem um Estado sírio não haverá ninguém para lutar no terreno contra os terroristas,” declarou, terça-feira, a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores russo, Maria Zakharova, em entrevista a uma rádio moscovita.

O Presidente russo, Vladimir Putin, já afirmou que o principal objetivo da Rússia é o combate bem-sucedido contra o terrorismo e que estão “dispostos a cooperar com todos os poderes que lutam contra o terrorismo”

Entretanto, fonte militar norte-americana reconheceu que aviões de caça dos Estados Unidos e da Rússia realizaram testes de comunicações na Síria.

O Ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergei Lavrov reúne-se hoje, quarta-feira, em Moscovo, com o enviado das Nações Unidas à Síria, Staffan de Mistura, para discutir iniciativas para um diálogo entre Damasco e a oposição.