Última hora

Última hora

Rússia enterra primeira vítima do despenhamento do avião da Metrojet

A Rússia enterrou hoje a primeira das 224 vítimas do despenhamento do avião da Metrojet no Egito. O funeral de Nina Lushchenko de 60 anos decorreu

Em leitura:

Rússia enterra primeira vítima do despenhamento do avião da Metrojet

Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia enterrou hoje a primeira das 224 vítimas do despenhamento do avião da Metrojet no Egito.

O funeral de Nina Lushchenko de 60 anos decorreu em Veliky Novgorod, a norte de São Petersburgo.

Nina tinha, à última hora, decidido não viajar a Sharm El-Sheikh na companhia da jovem neta.

O funeral ocorre num momento em que apenas 4 corpos das vítimas foram devolvidos às famílias e só 58 foram até agora identificados.

Em São Petersburgo, de onde eram naturais a maioria das vítimas, um residente afirma,

“Sou um antigo piloto militar com mais de três mil horas de voo, e por isso é difícil para mim aceitar esta situação que é bastante dolorosa”.

“Estou surpreendida com a forma como o nosso povo está responder ao sofrimento desta gente e esta homenagem é a prova desta solidariedade”.

No Egito, as equipas de resgate deverão suspender até sábado as buscas no terreno, segundo o ministério para as situações de urgência.

Nas últimas 24 horas, as equipas resgataram apenas um corpo e cerca de 50 partes de cadáver, depois de terem expandido a área de buscas.

Até agora cerca de 140 corpos foram repatriados para a Rússia, mas o processo de identificação através de ADN poderá prolongar-se durante semanas ou mesmo meses.