Última hora

Última hora

Paris: " Geração Bataclan" aprende a resistir

Ainda em estado de choque, os estudantes da Sorbonne, um dos símbolos fortes de Paris, tentam retomar a rotina, apesar do luto. “Eu sou estudante na

Em leitura:

Paris: " Geração Bataclan" aprende a resistir

Tamanho do texto Aa Aa

Ainda em estado de choque, os estudantes da Sorbonne, um dos símbolos fortes de Paris, tentam retomar a rotina, apesar do luto.

“Eu sou estudante na Sorbonne e há estudantes da Sorbonne que morreram, e porque sou francesa, porque amo o meu país acho que é fundamental vir aqui. É uma maneira de entender o que aconteceu e ao mesmo tempo compartilhar o sofrimento e trazer um raio de esperança a tudo isto”.

“É importante reunir em torno de valores comuns que permanecem apesar de tudo. Temos de partilhar este momento e de estar unidos. Eu acho que é muito importante comunicar de forma simples, para podermos avançar.

O enviado da Euronews a Paris reporta: “À imagem de toda a França, alunos e professores da Sorbonne observaram um minuto de silêncio em memória das vítimas dos atentados em Paris, François Hollande, o Presidente da República Francesa esteve aqui e enviou uma mensagem forte, de determinação , contra o terrrorismo a esta “geração Bataclan”.