Última hora

Última hora

"Black Friday": Descontos para todos os gostos

A ação comercial dos retalhistas nasceu nos Estados Unidos, mas espalhou-se entretanto pelos quatro cantos do mundo.

Em leitura:

"Black Friday": Descontos para todos os gostos

Tamanho do texto Aa Aa

É a loucura habitual dos consumidores que procuram os melhores negócios em mais uma “Black Friday”, a jornada de saldos de inverno antecipados que ocorre a seguir ao Dia de Ação de Graças, uma oportunidade também para comprar presentes de Natal com descontos significativos.

A ação comercial dos retalhistas nasceu nos Estados Unidos, mas espalhou-se entretanto pelos quatro cantos do mundo.

Em Washington, alguns clientes destacaram as televisões, que estavam “a menos de metade” do preço. Como é habitual, muitos vieram de madrugada, bem antes das lojas abrirem para não perderem as oportunidades mais interessantes.

Do Dia de Ação de Graças à próxima segunda-feira, as estimativas nos Estados Unidos apontam para compras no valor de 80 mil milhões de dólares.

Lisboa e Londres também já adotaram a moda que veio do outro lado do Atlântico.

Na capital britânica, a responsável por uma loja on-line refere que a “Black Friday é o maior dia de compras a nível global à exceção do Dia dos Solteiros, na China” e que esta tradição recente não irá desaparecer.

As previsões apontam para que cerca de 20% das compras de Natal serão feitas nestes dias de preços baixos. Os analistas também esperam um aumento considerável das vendas on-line neste período.