Última hora

Última hora

A lista dos nomeados para os Prémios do Cinema Europeu

Em leitura:

A lista dos nomeados para os Prémios do Cinema Europeu

Tamanho do texto Aa Aa

“A juventude” do realizador italiano Paolo Sorrentino recebeu cinco nomeações para os prémios do cinema europeu. O filme integrou a seleção oficial

“A juventude” do realizador italiano Paolo Sorrentino recebeu cinco nomeações para os prémios do cinema europeu.

Point of view

A trilogia “As Mil e Uma Noites”, do realizador português Miguel Gomes, venceu o prémio europeu de Melhor Design de Som. Os restantes vencedores dos Prémios do Cinema Europeu serão anunciados a 12 de dezembro.

O filme integrou a seleção oficial do último festival de Cannes e conta a história de dois amigos idosos de férias nos Alpes. Ambos têm consciência de que o tempo começa a esgotar-se, mas, à volta deles ninguém parece preocupar-se com o passar do tempo.

A obra estreia este mês em Portugal e está nomeada nas categorias de melhor filme, melhor realizador, melhor argumentista, melhor ator e melhor atriz.

“The Lobster” do realizador grego Yorgos Lanthimos foi nomeado em quatro categorias.

O filme passa-se num futuro próximo. As pessoas solteiras são presas, transferidas para um hotel e têm 45 dias para encontrar a alma gémea. Passado esse prazo, serão transformadas num animal.
Para escapar a esse destino, um homem foge e já na floresta, junta-se a um grupo de resistentes.

O filme grego venceu o prémio do júri, em Cannes. Colin Farrell é um dos nomeados para melhor ator europeu.

“Um Pombo Pousou Num Ramo a Refletir na Existência”, a última comédia negra do realizador Roy Andersson, recebeu quatro nomeações.

O filme retrata três encontros com a morte: um homem morre de ataque cardíaco ao tentar tirar a rolha de uma garrafa, uma idosa no leito de morte recusa-se a largar as joias para desespero dos filhos, um passageiro morre num bar após ter pago o almoço e empregada pergunta: “Alguém quer isto? É de graça.”

O filme de Roy Andersson venceu o Leão de Ouro no festival de Veneza e estreou em Portugal em junho.

“Mustang” da realizadora turca Deniz Gamze Ergüven foi nomeado para melhor filme e melhor descoberta. Numa aldeia ultraconservadora do norte da Turquia, cinco irmãs tentam viver de forma livre mas o preço a pagar é elevado.

A primeira longa-metragem da realizadora turca é uma produção francesa recebeu o prémio Lux do Parlamento Europeu e é a escolha da França para candidata ao Óscar de melhor filme estrangeiro.

“Victoria” foi nomeado em três categorias. O filme do realizador alemão Sebastian Schipper é um plano sequência de 140 minutos. O argumento gira em torno de uma jovem espanhola que à saída de um bar conhece quatro jovens berlinenses. Uma aventura que vai tornar-se num pesadelo.

“Rams”, do realizador islandês Grímur Hákonarson, premiado em Cannes, é outro dos nomeados para melhor filme europeu.

O filme passa-se numa aldeia da Islândia. Dois irmãos, criadores de ovelhas, vivem lado a lado sem se falarem durante 40 anos. Acabam por ser obrigados a comunicar devido a uma doença que afeta o gado.

Os vencedores do Prémios do cinema Europeu serão anunciados em Berlim a 12 de dezembro.

No final de outubro, foram conhecidos os galardoados em categorias técnicas. A trilogia “As Mil e Uma Noites” do realizador português Miguel Gomes venceu o prémio de Melhor Design de Som.