Última hora

Última hora

Basebol ajuda a reatar relações entre Cuba e EUA

Atletas cubanos que desertaram para os Estados Unidos tiveram agora uma oportunidade de regressar a casa, sem correr o risco de ser presos.

Em leitura:

Basebol ajuda a reatar relações entre Cuba e EUA

Tamanho do texto Aa Aa

Mais um sinal de que Cuba está a abrir-se ao mundo, em especial aos Estados Unidos: vários atletas cubanos que desertaram para os Estados Unidos e se tornaram grandes estrelas do basebol tiveram agora uma oportunidade de regressar a casa, sem correr o risco de ser presos.

Com o retomar das relações entre os dois países, a Major League de Baseball negociou com as autoridades de Havana para fazer esta visita, que inclui várias ações de beneficiência, sobretudo com crianças.

Yasiel Puig, Jose Abreu, Alexei Ramirez e Brayan Pena, além de Clayton Kershaw, Miguel Cabrera, Nelson Cruz e Jon Jay foram alguns desses atletas.

José Abreu garantiu que está “muito contente e muito agradecido pela oportunidade que nos foi dada. Agradeço de todo o coração a todos os que nos ajudaram a voltar ao nosso país”.

Cuba é um dos países que mais jogadores dá à MLB. O basebol é um dos desportos mais populares entre os cubanos. A última vez que uma equipa norte-americana esteve na ilha foi em 1999, quando os Baltimore Orioles disputaram uma partida de exibição.