Última hora

Em leitura:

Bomba H deverá deflagrar novas sanções contra Pyongyang


mundo

Bomba H deverá deflagrar novas sanções contra Pyongyang

O quarto ensaio nuclear da Coreia do Norte, desta vez com uma alegada bomba H, volta a relançar a máquina das sanções internacionais.

Japão e Estados Unidos convocaram uma reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU para esta tarde, enquanto a vizinha Coreia do Sul elevou o nível da alerta das suas forças armadas.

Em Tóquio, o primeiro-ministro japonês Shinzo Abe condenou a ação de Pyongyang, “trata-se de uma séria ameaça à segurança do nosso país e não pode ser tolerada. O Japão vai responder com determinação, no conselho de segurança da ONU, juntamente com os Estados Unidos, Coreia do sul, China e Rússia”.

O ensaio nuclear ocorre num momento em que Pyongyang se encontra mais isolada que nunca, depois de várias fricções com a aliada China e deverá fazer implodir todos os esforços recentes para a retoma do diálogo de paz entre as duas Coreias.

Face à iminência de novas sanções contra o regime norte-coreano vários analistas sublinham a ineficácia das anteriores resoluções da ONU em travar o programa nuclear do país.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Coreia do Norte anuncia teste "bem-sucedido" da bomba nuclear