Última hora

Última hora

Radar... as histórias que não fizeram manchetes

À sexta-feira, os jornalistas das 13 línguas da euronews selecionam um conjunto de histórias que não tiveram direito a grande destaque na imprensa internacional.

Em leitura:

Radar... as histórias que não fizeram manchetes

Tamanho do texto Aa Aa

À sexta-feira, os jornalistas das 13 línguas da euronews selecionam um conjunto de histórias que não tiveram direito a grande destaque na imprensa internacional.

Rússia: 48km de estrada “roubados”

Um destacado funcionário público russo foi detido em Moscovo devido ao roubo de um troço de estrada de cerca de 48km na região de Komi, no norte do país. As informações são avançadas pela agência AFP.

O funcionário em questão, Alexander Protopopov, vice-chefe em exercício do serviço federal de prisões teria organizado o alegado “roubo” que envolveu o desmantelamento de um troço de via pública. Cerca de 7 mil placas de betão teriam sido transportadas e vendidas a uma empresa privada em 2014 e 2015. O roubo poderá ter custado ao governo russo cerca de 80 mil dólares.

Mala Dior avaliada em 4 mil dólares roubada de empregada da limpeza da Gazprom

A agência russa de notícias TASS afirma que uma mala de senhora em pele de crocodilo e avaliada em pelo menos 300 mil rublos (cerca de 4 mil dólares) e que pertenceria a uma empregada de limpeza da empresa russa de energia Gazprom teria sido roubada, segundo um porta-voz da polícia moscovita. O caso teria ocorrido na terça-feira passada.

Os ladrões teriam partido a janela de um veículo Mitsubishi estacionado nas proximidades de um centro comercial próximo da localidade de Rumyantsevo.

Japão: manual escolar retirado devido a conteúdos sexuais sugestivos

No Japão uma escola privada retirou de circulação um manual que continha frases sexualmente sugestivas. O manual teria sido denunciado por algumas famílias.

A empresa Sundai que detém a maior parte das escolas privadas do país tomou esta decisão após a venda de cerca de 7 mil exemplares de uma edição de 28 mil exemplares.

O manual destina-se a estudantes que pretendem preparar-se para o exame de acesso à universidade. O manual contém 710 frases típicas em ideogramas, ou kanji, que os estudantes têm que saber de cor.

Entre as frases mais explícitas contam-se pérolas como “Fiquei chocado com o tamanho do seu peito”, “ela agarrou-se a mim e movimentou-se ritmicamente” e “não estimular demasiado o ponto sensível”.

Segundo a companhia o manual escolar teria sido preparado por um professor de japonês altamente qualificado tendo sido sujeito a um apertado controlo editorial. Segundo a empresa, “nós criámos frases fáceis de lembrar e praticar pelos nossos estudantes”.

Tanto estudantes como famílias condenaram o conteúdo do manual.

Deputada espanhola leva bébé para o parlamento

A deputada do partido espanhol Podemos, Carolina Bascansa foi criticada por conservadores e feministas após ter levado consigo para o parlamento o seu filho Diego de cinco meses.

Na ausência de progressos com vista à formação de uma coligação parlamentar, o filho de Carolina acabou por se tornar numa estrela mediática. “Se uma mãe tem que cuidar de uma criança, então ela tem que o fazer em qualquer local”, disse a deputada. “Chegou a altura desta câmara começar a parecer-se como o resto do país”.

El Pais
The Guardian
The Washington Post

Izvestia (Russian)