Última hora

Última hora

Egito: Estudante italiano encontrado morto com sinais de tortura

Foi encontrado morto, na quarta-feira, o estudante italianos, desaparecido no Egito desde 25 de janeiro, dia em que se celebrou o 5° aniversário da

Em leitura:

Egito: Estudante italiano encontrado morto com sinais de tortura

Tamanho do texto Aa Aa

Foi encontrado morto, na quarta-feira, o estudante italianos, desaparecido no Egito desde 25 de janeiro, dia em que se celebrou o 5° aniversário da insurreição que derrubou o regime de Hosni Mubarak.

De acordo com o Ministério Público egípcio, o corpo de Giulio Regeni, de 28 anos, terá sido encontrado na beira de uma estrada, que liga o Cairo a Alexandria, com sinais de tortura.

Em Roma, o governo italiano convocou, o embaixador egípcio para explicações sobre a morte do estudante da Universidade de Cambridge.

O corpo foi encaminhado para a morgue do Cairo e as autoridades egípcias anunciaram o início de investigações para apurar o que aconteceu.

No ano passado, o grupo Estado Islâmico raptou e assassinou um croata, nos arredores desta capital.

Não se sabe se a morte de Regeni está ligada a algum ato de terrorismo mas marca um revés na tentativa do Egito mostrar ao mundo que é um país seguro para o turismo, um dos principais setores da economia.