This content is not available in your region

Cameron procura apoios na Europa

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira  com Reuters
Cameron procura apoios na Europa

<p>Em pleno debate sobre um referendo para a eventual saída do Reino Unido da União Europeia, o chamado Brexit, o primeiro-ministro David Cameron começou uma viagem por vários países europeus com a visita a um dos governos mais eurocéticos: o polaco, presidido por Beata Szydło, do partido Lei e Justiça. </p> <p>O líder do partido e ex-primeiro-ministro Jarosław Kaczyński está satisfeito com o que Cameron propõe para a Polónia num eventual acordo Reino Unido-União Europeia sobre a imigração intracomunitária: “É um acordo que beneficia a Polónia e os polacos que vivem no Reino Unido, incluindo os que têm filhos na Polónia. Vão continuar a receber benefícios, mesmo ajustados”, disse.</p> <p>Cameron procura um acordo que permita ao Reino Unido ficar na União Europeia. A Dinamarca, outro país cujo governo está a causar polémica com os outros membros da União, desta vez a respeito dos migrantes, recebeu também a visita de Cameron.</p> <p>Quem não está disposto a aceitar as condições do primeiro-ministro britânico é o presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, que deu agora uma <a href="http://www.europarl.europa.eu/the-president/en/press/press_release_speeches/speeches/speeches-2016/speeches-2016-february/html/turbulent-times---speech-at-the-london-school-of-economics">palestra na London School of Economics</a>.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">Main points on <a href="https://twitter.com/hashtag/UKinEU?src=hash">#UKinEU</a> of speech at <a href="https://twitter.com/LSEEI"><code>LSEEI</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/LSEUKEU?src=hash">#LSEUKEU</a> <a href="https://t.co/Yx5yo9lYhj">pic.twitter.com/Yx5yo9lYhj</a></p>&mdash; EP President (</code>EP_President) <a href="https://twitter.com/EP_President/status/695579621492977664">February 5, 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <blockquote class="twitter-video" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">Main points of speech at <a href="https://twitter.com/LSEEI"><code>LSEEI</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/LSEUKEU?src=hash">#LSEUKEU</a> <a href="https://t.co/twqCbb8qd3">pic.twitter.com/twqCbb8qd3</a></p>&mdash; EP President (</code>EP_President) <a href="https://twitter.com/EP_President/status/695579374763057152">February 5, 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>Shulz diz que não aceita uma Europa “à la carte”, como quer Cameron, e que vários colegas no parlamento lhe dizem que se o Reino Unido quiser sair, o melhor será mesmo sair…</p>