Última hora

Última hora

Turquia pretende deixar entrar mais refugiados sírios

A Turquia anunciou que pretende abrir as fronteiras e deixar entrar mais de 45 mil sírios que fugiram dos últimos combates na região de Alepo

Em leitura:

Turquia pretende deixar entrar mais refugiados sírios

Tamanho do texto Aa Aa

A Turquia anunciou que pretende abrir as fronteiras e deixar entrar mais de 45 mil sírios que fugiram dos últimos combates na região de Alepo.

Enquanto o governo de Ancara não decide, a situação humanitária vai-se degradando devido às más condições do campo e às baixas temperaturas que se fazem sentir.

Organizações Humanitárias e governamentais turcas têm distribuído alimentos, tendas e agasalhos, aos refugiados.

De acordo com a organização humanitária turco muçulmana IHH, o número de refugiados na zona da fronteira de Oncupinar, que liga a cidade turca de Kilis à estrada que conduz a Alepo, na Síria, ascende já aos 45 mil, podendo chegar aos 70 mil próximos dias.

Alepo, a maior cidade síria antes da guerra civil, tem sido palco de intensos bombardeamentos governamentais, apoiados pela força aérea Russa. O regime de Bashar al-Assad tenta recuperar o controlo, dos rebeldes, de uma região com cerca de 350 mil habitantes.

Desde o início do conflito, há 5 anos, mais de 250 mil pessoas morreram em toda a Síria.