This content is not available in your region

New Hampshire: Indecisos podem "virar o jogo"

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira  com Stefan Grobe
New Hampshire: Indecisos podem "virar o jogo"

<p>No New Hampshire, tudo está ainda nas mãos dos indecisos. Os resultados desta primária vão ser decisivos. <a href="http://www.uspresidentialelectionnews.com/2016/02/2016-iowa-caucus-results-open-thread/">Donald Trump perdeu no Iowa</a> e quer desesperadamente uma vitória neste Estado. Para isso, conta com a ajuda da filha Ivanka: “Tenho uma perspetiva única dele. A de filha, mas também a de alguém que trabalhou com ele nos últimos dez anos e sabe como ele é competente e capaz de desempenhar cargos executivos. Como filha, é mais complicado”, diz Ivanka Trump.</p> <p>Muitos só se decidiram no último minuto: “Até à última semana, estava indeciso entre dois candidatos. Entre dois partidos, na verdade”, diz um eleitor. Outro votante revela à euronews: “Só tomei a decisão final na cabina de voto, mas acabei por votar em quem tinha inicialmente pensado”.</p> <p>Para Donald Trump, derrotado no Iowa por Ted Cruz, a vitória no New Hampshire é fundamental. Do lado democrata, tanto Hillary Clinton como Bernie Sanders vão tentar conseguir uma vantagem. No Iowa, terminaram praticamente empatados, com uma vantagem muito ligeira para Clinton.</p> <script id="infogram_0_new_hampshire___republicans1" title="New Hampshire - Republicans" src="//e.infogr.am/js/embed.js?3of" type="text/javascript"></script> <script id="infogram_0_new_hampshire_democrats7" title="New Hampshire democrats" src="//e.infogr.am/js/embed.js?liw" type="text/javascript"></script> <p>“Cerca de 40% do eleitorado é composto por indecisos, divididos entre republicanos e democratas. Há um quarto do eleitorado que pode mudar de opinião e é aí que reside o potencial para as surpresas”, conclui o correspondente da euronews nos <span class="caps">EUA</span>, Stefan Grobe, enviado especial ao New Hampshire.</p>